A favela que está combatendo a covid-19 e o desemprego de jovens ao mesmo tempo

6 Visualizações
Terence Hill
Terence Hill
04 Aug 2021

"Eu estou procurando emprego desde o começo de 2020", conta Pedro Henrique da Silva Souza, de 17 anos e morador de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo.

"Por conta da pandemia, procurar emprego está sendo algo quase impossível, porque as empresas estão fechando as portas, estão diminuindo o número de funcionários", lamenta o jovem. "A gente espera semana após semana, sem resposta."

Pedro é um dos milhões de jovens brasileiros que estão desempregados em meio à pandemia.

Mesmo antes da covid-19, os mais jovens sempre enfrentaram a maior dificuldade para encontrar trabalho no Brasil, diante da competição com milhões de outros desempregados, muitos deles, mais experientes.

A pandemia agravou essa situação, com a taxa de desemprego para pessoas com idades entre 18 e 24 anos tendo passado de 23,8% no quarto trimestre de 2019, para 29,8% ao fim de 2020, com mais de 4 milhões de jovens adultos em busca de emprego.

Em meio a esse cenário, na favela de Paraisópolis, a segunda maior da capital paulista, com mais de 100 mil habitantes, 21 mil domicílios e uma área de 10 km², líderes comunitários estão enfrentando a pandemia e o desemprego da juventude ao mesmo tempo.

A repórter Thais Carrança, da BBC News Brasil, foi conhecer essas iniciativas inspiradoras. Confira no vídeo.

Curtiu? Inscreva-se no canal da BBC News Brasil! E se quiser ler mais notícias, clique aqui: www.bbc.com/portuguese

#BBCNewsBrasil #Pandemia #Emprego

Mostrar mais

0 Comentários Ordenar por

Nenhum comentário encontrado

A seguir